Copy
A segunda metade de julho é marcada pelo importante Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha. As redes digitais estarão repletas de atividades, confira algumas delas:
DESTAQUE:
Future-se com a Ação Educativa
De 19 a 31 de julho a Ação Educativa oferece programação para embarcarmos nas" reflexões de mulheres negras que a cada dia nos ensinam que as utopias são gestadas nas esquinas, becos, vielas, florestas, nas águas, nos descampados, em todo lugar que habitamos e reexistimos"! Dia 28 o debate "Mulheres negras e internet: entre cuidados digitais e política institucional" reúne Conexão Malunga e Mulheres Negras Decidem.
CURSO BEM-VIVER NA INTERNET::
Auto-cuidado e autodefinição na internet
O curso Bem-Viver na Internet já está completamente disponível - e gratuito. O primeiro módulo enfoca autocuidado e autodefinição na internet.
Principios, direitos e ciberativismo
O segundo módulo do curso se dedica a princípios, direitos e ciberativismo! Glenda Dantas e Mariana Gomes explicam o que são direitos digitais e como funciona a governança da internet.
Enfrentamento a opressões
No terceiro módulo, a ênfase está no desafio de enfrentar manifestações de opressões como ciberbullying, discurso de ódio, desinformação e fake news.
Autocuidado na rede
E como montar grupos de apoio em prol do autocuidado na rede? As professoras apresentam táticas e ferramentas para acolhimento, afeto, política e aprendizagem coletiva na redes.
MAIS CONTEÚDOS E NOVIDADES:
Julho das Pretas - agenda
Agenda coletiva do Instituto Odara reúne mais de 300 atividades durante todo o mês, incluindo abordagens  sobre tecnologias sociais de afeto, cuidado e resistência.
A radical imaginação política das mulheres negras brasileiras
Organizado por Ana Carolina Lourenço e Anielle Franco, o livro é uma contribuição no processo de visibilização das respostas e soluções empreendidas pelas mulheres negras brasileiras frente ao atual contexto de crise social, política e econômica.
Ciberativismo e tecnopolítica na Amazônia
Debate entre Thiane Neves e Larissa Santiago na Universidade Livre Feminista teve registro gravado e pode ser assistido!
Colóquio Feminismo Negro - mercado e tecnologia
Organizado pelo NEIAB-UEM, colóquio reunirá pesquisadoras sobre empreendedorismo, tecnologia e antirracismo. Dias 22 e 23 de julho.
Fórum da Internet no Brasil
Acontece de 26 a 30 de julho o 11º Fórum da Internet no Brasil, com 20 workshops multissetoriais de debate sobre internet e tecnologias digitais. Inscrições abertas.
A plataformização das políticas sociais no Brasil
Workshop no Fórum da Internet debaterá como a opção pela plataformização de determinadas políticas públicas direcionadas a segmentos vulnerabilizados da sociedade agrava múltiplas desigualdades.
Raça e relações internacionais
NEAB-UFABC recebe Mojana Vargas (UFPB) para discutir raça e relações internacionais. Dia 26/07 às 19 horas.
Escreva um número da newsletter
Você é graduanda/o, mestranda/o ou doutoranda/o e quer escrever um número temático da newsletter da Desvelar? Clica acima e conta pra gente.
PARA (RE)DESCOBRIR E CITAR REFERÊNCIAS:
Luzineide Borges
Professora na UESC, Doutora (UERJ) e Mestre (UNEB) em Educação, Luzi Borges estuda redes educativas e juventudes no contexto das ciberculturas. Entre seus trabalhos publicados, estão "Cyberativismo e Educação: o conceito de raça e racismo na cibercultura", "Facebook e afroreligiosidade: o orunkò e os 'nós' no intercruzamento das redes que nos formam" e "A organização geográfica do terreiro de candomblé contribuindo para ensino da geografia". Veja também aula sobre Educação no/do terreiro: redes educativas e pedagogia nagô.
Twitter
Website
LinkedIn
Link
YouTube
Copyright © 2021 Desvelar, All rights reserved.


Want to change how you receive these emails?
You can update your preferences or unsubscribe from this list.

Email Marketing Powered by Mailchimp