Copy
09 de outubro de 2020
Olá, <<Nome>>

Nesta edição esquentamos os tamborins para os novos iPhones, vimos muitos itens têxteis (mochilas e tênis!), passamos pelos tormento do Facebook e trombamos com um PlayStation 5 desmontado. 

E é a primeira vez desde março que, mesmo com toda a coisa da pandemia, parece uma semana "normal" (como janeiro de 2020 ou outubro de 2019) na quantidade de notícias, principalmente nos eletrônicos.

Ou estamos com saudades mesmo de uma vida normal. Já são sete meses escrevendo a newsletter toda semana sem nos encontrarmos pessoalmente - tudo por Google Docs, Meet, Telegram e telefone. 

Boa leitura, sigam indicando a Interfaces para os amigos (agora em site também) e nos vemos semana que vem - Henrique e Samir.
Eletrônicos de consumo
Fim da ansiedade
Na próxima terça, dia 13, a Apple mostra a família 2020 de iPhones. Esperamos quatro aparelhos com conectividade 5G e, com sorte, os primeiros Macs com Apple Silicon.

Como todo ano (e não é algo exclusivo da Apple), os vazamentos seguem fortes antes do evento, com potenciais preços e configurações (o mais barato, iPhone 12 mini, começa em US$ 699; o mais caro, iPhone 12 Pro Max, em US$ 1.099). A conferir.

Curioso que nesta semana a Apple parou de vender produtos da Bose, Sonos e alguns da Logitech: será que os fones de ouvido Apple saem junto do novo iPhone? Os vazamentos dizem que não.
Mais um evento virtual da Apple, aguardando novidades que já sabemos quais são (Apple/Reprodução)
É golpe
Amiguinhos, lembrem da lição básica da vida: se alguém promete algo que muita gente deseja (um iPhone!) com preço baixo demais, desconfie.
Não é golpe
Aproveitando o fato de criar ícones para o iOS 14 é um pouco complicado, um designer inglês lançou um app que faz isso de forma fácil - e trouxe para casa 77 mil libras em uma semana. 
Unboxing (1)
Um TikToker conseguiu uma unidade da máscara de proteção individual produzida pela Apple, abriu a caixa e mostrou o produto. Elegante, como grande parte dos designs da marca - mas exclusiva para funcionários.  
Unboxing (2)
Com toda pompa e circunstância possíveis, a caixa do Samsung Galaxy Z Fold2 Thom Browne Edition (com todos seus acessórios possíveis e imagináveis).

Aqui no Brasil, a marca começou a fabricar os fones Galaxy Buds+ em Manaus.
De novo
O Nokia 2.4 - aquele aparelho que alguns veículos brasileiros disseram que seria lançado/montado no Brasil e depois a Nokia desmentiu - passou na Anatel esta semana. E olha só, grande chance de ser montado por aqui.
Telão
Meio sumida aqui no Brasil, a HP lançou lá fora o notebook Spectre X360. Nos chamou a atenção pelo formato 3:2 da tela, que dá mais espaço vertical para trabalhar.
Em um mundo widescreen é bom ver formatos diferentes e possibilidades exploradas (HP/Divulgação)
Nicho
Diz o Digitimes, de Taiwan (que merece ser lido com dois pés atrás), que a Qualcomm prepara sua entrada no mercado de smartphones para gamers, em um produto com sua marca, mas fabricado pela Asus.  

Ainda nos smartphones dedicados aos gamers, a Xiaomi lançou o Poco X3 por aqui esta semana.
Retrô
A Polyvox volta ao mercado brasileiro de áudio, com foco ajustado à realidade de 2020 lançando caixas de som Bluetooth que piscam. 
Honestim
Operadoras de telefonia às vezes jogam limpo: agora é a vez da TIM, que vai oferecer o serviço de 5G DSS (é o 5G "gambiarra" que Claro, Oi e Vivo estão vendendo como 5G), dizer que, bem, é uma estratégia de marketing mesmo.
ímã
Seguimos céticos com desenvolvedores levando apps para a Huawei e sua App Gallery, mas vemos que a chegada do Moovit (da Intel) é um bom indicador de tração da plataforma. O app é o melhor amigo de quem usa transporte público em grandes cidades.
Especialista
A Polar anunciou o relógio Vantage V2 esta semana. O dispositivo funciona como uma central de treinamento para atletas (profissionais ou não) e agora ganha recursos de smartwatch, com notificações, previsão do tempo e controle de músicas.
Relógios da Polar agora são smartwatches mesmo (Polar/Divulgação)
Reviews da semana
Google Nest Audio | Novo Chromecast | LG Wing | Pocketbook Color | Samsung Galaxy S20 FE
Chama o chaveiro
Qiui Cellmate Chastity Cage: parece algo com nome para usar na cadeia e, bem, é para prender outras coisas mais íntimas.

Só que como todo bom produto conectado à internet, pode sofrer falhas de segurança - e o cinto de castidade pode prender seu amiguinho para sempre.
Tecelagem
A Adidas mostrou o Strung, projeto conceitual de tênis 100% produzido (e costurado com diversos tipos de fio) por um robô. E a Google fez uma parceria com a Samsonite para uma mochila "inteligente" (com muitas aspas).
Linha de produção feita por um produto de outra linha de produção (Adidas/Divulgação)
Descanse em paz
Mais um produto segue para o cemitério do Google: Daydream, a plataforma de realidade virtual. VR é que nem Linux no desktop e podcast: todo ano é o ano daquilo, até não ser.

Achados Amazon da Semana
Cultura Digital
Segue o baile
A campanha eleitoral de 2020 no Brasil segue como sempre: a Justiça Eleitoral proíbe envios em massa por WhatsApp, mas empresas de índole duvidosa continuam burlando as regras. Tem político que cai na história (e pode perder a candidatura por causa disso).

Nós dois recebemos spam de candidatos nos primeiros dias de campanha, e é assustador que alguns não tenham só a cara de pau de falar que "pegaram nosso número com amigos", mas insistam nisso.
O que o Twitter fez certo esta semana
Disse que vai testar novos métodos de notificar usuários quando um tweet traz desinformações. Somos a favor de uma estética Web 1.0 com gifs piscando em volta.
O que o Facebook fez certo esta semana (1)
Baniu o movimento conspiracionista QAnon - páginas, perfis, grupos - de todas suas plataformas. É um começo (de um problema que já aponta no Brasil) que já acendeu um monte de luzinhas vermelhas na cabeça dos seguidores.

Samir insistiu em nomear a nota como "QBeleza" ou "QBom", mas Henrique curte o "QBabacas" mesmo.
O que o Facebook fez certo esta semana (2)
Seguiu o exemplo do Google e vai bloquear a circulação de anúncios políticos após a eleição presidencial nos EUA em 3 de novembro, para evitar o já previsto jogo da desinformação em torno de quem ganhou ou não a disputa.

Em tempo: Facebook, Google, Amazon e Apple foram consideradas empresas anticompetitivas pelo comitê antitruste do congresso americano. Vem mais chumbo por aí. 
O que o Facebook fez errado esta semana
Entrou na justiça para derrubar um novo site de críticas à plataforma. Tão democrático que o site Deletefacebook.com está no ar há anos e nunca saiu do ar.

E também resolveu censurar cebolas em um anúncio, por serem… sensuais demais.
sentiu
O Facebook não gostou muito do documentário O Dilema das Redes que expõe um monte de problemas que a rede cria para as pessoas - e soltou um comunicado rebatendo diversos pontos mostrados no filme. 
OK Google, estamos confusos
Agora dá para ler notícias no formato de stories no app de busca do Google para Android e iOS.
Triller night
Com o fantasma do banimento do TikTok nos EUA, tem gente se aproveitando para conseguir trazer criadores para sua plataforma: é o caso do Triller, que oferece cargos (!) para alguns deles, que não vão deixar de tirar a camisa e fazer dancinhas. 
A isso chamamos engajamento
David Dobrik, youtuber, tiktoker e influenciador, prometeu dar cinco carros da Tesla para seus seguidores nos EUA em troca de registros para votar na eleição. Mais de 100 mil pessoas se registraram em um dia.
Bodas de zinco
Parabéns, Instagram, pelos dez anos de idade. Nasceu como uma rede de troca de fotos totalmente assíncrona, apenas para iPhone, cresceu, foi comprada pelo Facebook, copiou recursos dos concorrentes (Snapchat vs Stories é uma das coisas mais tristes da tecnologia nos últimos tempos) e segue um caminho para ser maior que o próprio Facebook.
Apropriação
Depois que Donald Trump falou bem dos Proud Boys (uns nacionalistas mequetrefes) no debate, o movimento gay resolveu usar a #proudboys para provocar os reacinhas (que não gostaram nem um pouco da ideia de serem associados a um movimento não-hétero).

Mas grupos minorizados e parte da comunidade LGBTQIA+ também não gostaram da brincadeira.
Mais um dia, mais uma falha
Uma vulnerabilidade no Grindr (app de namoro gay - aqui não falamos LGBTQIA+ por ser um ambiente majoritariamente masculino) permite a um invasor sequestrar qualquer conta. Nas mãos erradas, em países errados, é receita para um desastre.
Extensão
O Apple TV+ completa um ano agora em novembro e a Apple vai ampliar os prazos de assinatura grátis/teste para quem comprou produtos da marca em 2019.
Número 1
A Exame fez uma matéria sobre a Netflix e falou com Ted Sarandos, copresidente da companhia. A grande notícia é saber que a Globoplay tem 20 milhões de usuários no Brasil e já é maior que a Netflix (com 17 mi).

Mas nem todos os usuários são pagantes, e a Globo não revela o número de assinantes, o que deixa a Netflix sossegada com o título de maior número de assinantes que pagam todo mês. 
célula com problema
Na Inglaterra, uma falha em uma planilha enorme de Excel levou à subnotificação de mais de 15 mil casos de Covid-19 no final de setembro - aparentemente a tabela chegou ao seu limite máximo e ninguém percebeu.

Ainda na editoria Coronavírus, a tendência de isolamento dos jovens na sociedade coreana segue crescendo. E o que tem na tela dos smartphones de profissionais de saúde mundo afora.
Página policial (1)
No Rio de Janeiro, a polícia civil tirou do ar um provedor de internet controlado por uma milícia. A empresa tinha licença da Anatel para operar, mas sua infraestrutura era "emprestada" de outras empresas de telecom de forma não muito lícita. É o gatonet B2B.
Página policial (2)
John McAfee, lenda dos antivírus no passado e hoje mais um rico descontrolado, foi preso na Espanha e será extraditado para os Estados Unidos. Agora ele era procurado por evasão fiscal.
Games
Entranhas
Começando a onda de hype para a chegada do PlayStation 5, a Sony demonstrou um pouco dos componentes do console visto por dentro.

E como nem tudo são flores, a companhia dá indícios que jogos de PS3 e Vita deverão ser comprados diretamente dos consoles e não mais da loja (o que permitia que pessoas que não tem esses consoles pegassem jogos grátis nas promoções da PSN+). E mataram as wishlists também, sem motivo aparente.
Mais hardware
A AMD lançou seus novos processadores. Os Ryzen 5000 substituem os 3000, prometendo ser o melhor processador para games - e deu um gosto de suas placas de vídeo que serão anunciadas no final do mês.
low-res
Dá para entender o poder do DLSS (sistema da NVidia que melhora imagens de baixa resolução) ao ver que é possível jogar em 240p (sim, aquela qualidade de vídeo que você reclama quando o YouTube coloca no vídeo na sua internet ruim) e o sistema consegue esticar a imagem a 720p.

Ainda tem problemas e imperfeições, mas é uma possibilidade de desempenho melhor. 
loud na twitch
A Loud, um grupo de influenciadores e proplayers (com grande foco em Free Fire)  anunciou uma parceria e exclusividade com a Twitch.

O poder da Loud é impressionante: quando anuncia parceria com influenciadores, é padrão que eles saltem centenas de milhares de seguidores em pouco tempo.
SSD do futuro
Nem só de placa de vídeo vive o gamer, e a WD anunciou novos SSDs mais rápidos e que já estão em pré-venda nos EUA - e chegam ao Brasil a partir de novembro.
Power up
A linha de tênis do Super Mario é o tipo de coisa que vai esgotar mais rápido que os jogos requentados em bundle.
Leituras Longas
Pare tudo
E veja essa lista dos melhores streams de bichinhos fofos ao redor do mundo compilada pelo New York Times.
Infográfico
A pirâmide invertida da radicalização na internet, de brincadeiras inofensivas ao QAnon.
Troca-troca
Bill de Blasio tem o nome do prefeito de Nova York, mas não é o cara - o que não impede de receber mensagens inapropriadas por email e em redes sociais.

Nos lembra o caso da @sarney do Twitter (não é José Sarney) e do nosso amigo Gustavo Petró (@gustavopetro), homônimo do político colombiano (@petrogustavo).
Escola
Na Technology Review, um ensaio sobre como o Facebook usou táticas da indústria de cigarros para crescer - e pode vir a usar algo similar para tentar desfazer o estrago feito.
Tendência
O New York Times pergunta: capacetes individuais com filtros de ar são mais eficientes que máscaras? Achamos que… ainda é futurista demais.
Dois vídeos
Uma análise do Verge bastante interessante sobre a razão de a Samsung ter tantos modelos premium.

E Marques Brownlee fala sobre o flop de smartphones Sony.
Techbiz
Megapix
Cadastros para usar o Pix começaram esta semana e, em dois dias apenas, derrubaram alguns sites de bancos pelo caminho e o Banco Central comemorou 10,1 milhões de cadastros no novo sistema de pagamentos.

Lembre-se de que o número de cadastros não significa total de usuários, já que pessoas físicas e jurídicas podem ter mais de uma chave.
Depois da camiseta de banco
Slack, um modo de vida. No trabalho, no chat, na videochamada e agora também no formato tênis colorido.
Expectativa: trabalhar menos. Realidade: tênis que lembram trabalho (Cole Haan/Divulgação)
Nomenclatura
O Google G Suite agora se chama Google Workspace.
Dança das cadeiras
Paula Bellizia, ex-chefona da Microsoft Brasil, virou vice-presidente de marketing do Google para América Latina.

Pergunta de quem vê de fora: um executivo, em tal nível de carreira, não tem uma cláusula de "non-compete" em seu contrato anterior para evitar que vá trabalhar para um concorrente?
Todos querem ser o WeChat
O Rappi segue em expansão na tentativa de ser uma central de serviços (ou "super app") e agora lançou uma ferramenta de viagens para vender passagens e hospedagem sem sair do aplicativo.
Compartilhe